As Quatorce Pontos de Deming

1) Criar constância de propósito para melhorar o produto e o serviço, com o objetivo de tornar-se competitivo, assegurar a continuidade do negócio e criar empregos.

2) Adotar a nova filosofia de cooperação, (win win), em que tudo mundo ganham. Pôr em prática e ensina a trabalhadores, clientes e fornecedores.

3) Acabar com a dependência da inspeção para conseguir qualidade. Melhora o processo para uma produção com qualidade em primeiro lugar.

4) Cessar a prática de fechar contratos com base no preço de compra do produto. Em vez disso, minimizar o custo total para a longo prazo. Construa relacionamentos de longo prazo, lealdade e confiança, com fornecedor único para cada produto.

5) Melhorar continuamente e para sempre o sistema de produção, serviços, planejamento ou qualquer atividade. Este vai melhorar a qualidade e produtividade e, dessa forma, reduzir constantemente os custos.

6) Instituir o treinamento na função.

7) Adoptar e instituir a liderança para a gestão de pessoas, reconhecendo as suas habilidades diferentes, capacidades, e aspiração. O objectivo das chefias deve ser ajudar as pessoas, máquinas e sistemas a fazerem um trabalho melhor. As práticas das chefias precisam de renovação, tanto na alta administração como nos níveis inferiores.

8) Eliminar o medo e cultivar confiança, de modo que todos trabalhem de forma mais eficaz para a organização.

9) Eliminar as barreiras entre os departamentos. Abolir competição para construir uma “win-win” sistema de cooperação no âmbito da organização. As pessoas em pesquisas, o design, as vendas, e a produção deve trabalhar em equipe de prever os problemas de produção, e de utilização, que pode ser encontrado com o produto ou serviço.

10) Eliminar slogans, exortações e metas para a força de trabalho, exigências de zero defeitos e novos níveis de produtividade. Tais exortações só geram relações antagônisticas, uma vez que a maioria das causas de baixa qualidade e baixa produtividade são inerentes ao sistema de trabalho, ficando assim fora do controle dos trabalhadores.

11) Eliminar metas e quotas numéricas e “gerenciamento para objetivos.” Substituir liderança.

12) Eliminar as barreiras que tiram do trabalhador o direito de se orgulhar e ter alegria de seu trabalho. Isto inclui eliminar avaliações anuais e sistemas de “ranking” baseado no mérito que geram competição e conflito.

13) Instituir um programa vigoroso de educação e desenvolvimento pessoal.

14) Colocar todos na empresa trabalhando no sentido de realizar a transformação.  A transformação é o trabalho de todos.

Melhoria sem fim através Profundo Conhecimento


Comments are closed.